Resenha Abysmal Grief – Reveal Nothing

SHARE
Crédito: Divulgação

Por: Leandro Vianna

E lá se vão 20 anos de bons serviços prestados ao doom metal pelos italianos do Abysmal Grief. Nesse aniversário, quem ganha o presente são os fãs, com o belíssimo box feito em madeira intitulado 20th Anniversary Box. Nele, encontramos o CD Reveal Nothing, a fita cassete de Mors te Audit, segunda demo dos italianos, que foi lançada em 1999 e limitada na época a 13 cópias, uma camiseta e um pôster exclusivos, um pin de metal, um certificado assinado pela banda e, o item mais curioso de todos um saco de veludo contendo terra de cemitério, mas vendido assim somente na Europa. Na versão para o restante do mundo, este item é substituído por um incenso. Que presentão, hem?

Vamos ao que interessa. No Reveal Nothing encontramos faixas raras ou fora de catálogo, lançadas entre os anos de 2000 e 2012 em singles, 7” EPs e splits. Além disso, ele conta com uma faixa inédita, gravada com a atual formação, que curiosamente é a original (exceto pela ausência do vocalista Garian), e que, após idas e vindas de alguns dos membros, voltou a se reunir a partir de 2013. E, bem, quem conhece o trabalho dos italianos, sabe exatamente com o que irá se deparar, ou seja, canções fortes, sombrias, com levadas hipnóticas e densas, de uma “tristeza abismal”.

É indiscutível a capacidade que a música do Abysmal Grief possui de cativar o ouvinte. Os vocais de Labes C. Necrothytus seguem, na maior parte do tempo, aquela linha gótica, com poucos momentos mais agressivos, mas encaixados cuidadosamente quando necessários. Além disso, seus teclados dão um toque especialmente sinistro ao instrumental. Regen Graves mostra uma capacidade ímpar de criar ritmos quase ritualísticos com sua guitarra, gerando assim uma atmosfera para lá de opressiva. Ambos são muitíssimo bem acompanhados por Lord Alastair (baixo) e Lord of Fog (bateria), que formam uma parte rítmica de respeito, pesada, variada, técnica e com coesão de sobra.

O CD abre justamente com “Cursed Be the Rite”, dona de melodias realmente inspiradas, além de um uso brilhante do sintetizador. É dessas realmente grudentas. Em seguida, as duas músicas do primeiro single da banda, de 2000, “Exsequia Occulta”, um épico monstruoso de mais de 13 minutos, e “Sepulchre Of Misfortune”, na qual os vocais sombrios se destacam. “Hearse” e “Borgo Pass”, do 7” EP Hearse (2002), se destacam pelo clima gótico e pendem para o occult rock, com algumas ótimas melodias.

Capa do álbum

 

“Creatures from the Grave” faz parte do split de mesmo nome lançando em conjunto com Tony Tears (que tocou baixo no Abysmal entre 1999 e 2000) e tem uma levada um pouco mais rápida que as demais. Já “Brides of the Goat”, do split com o dinamarquês Denial of God, possui uma atmosfera bem escura. Retiradas do 7” EP The Samhain Feast, temos a faixa-título e “Grimorium Verum”, sendo a primeira carregada de energia e a segunda se destacando pelos ótimos sintetizadores. Encerrando os trabalhos, “Celebrate what they Fear” e “Chains of Death” (cover do Death SS), ambas do 7” EP Celebrate what they Fear e que mantêm o altíssimo nível do trabalho.

Ficaram de fora algumas inéditas lançadas em splits pós-2012, assim como as que saíram na compilação We Lead the Procession (limitada a 500 cópias), dentre elas, um cover do Bathory e outro do Death SS. Quem sabe no aniversário de 30 anos.

Ao final da audição, mesmo após 78 minutos de (boa) música, fica aquela sensação de que tudo passou em um piscar de olhos. E aí, lá vai você colocar o álbum no repeat. Com atmosferas densas, sombrias e pesadas, o Abysmal Grief dá à nova geração uma verdadeira aula de como mesclar doom, occult e gothic com perfeição. Um trabalho verdadeiramente hipnotizante.

 

Crédito: Divulgação

Tracklist:

01. Cursed Be the Rite (Bonus Track – recorded in 2016)
02. Exsequia Occulta (2000 – Exsequia Occulta MCD)
03. Sepulchre of Misfortune (2000 – Exsequia Occulta MCD)
04. Hearse (2002 – Hearse 7” EP)
05. Borgo Pass (2002 – Hearse 7” EP)
06. Creatures from the Grave (2004 – Split com Tony Tears 7” EP)
07. Brides of The Goat (2009 – Split com Denial of God 7” EP)
08. The Samhain Feast (2009 – The Samhain Feast 7” EP)
09. Grimorium Verum (2009 – The Samhain Feast 7” EP)
10. Celebrate what they Fear (2012 – Celebrate what they Fear 7” EP)
11. Chains of Death (2012 – Celebrate what they Fear 7” EP)

Site